domingo, 21 de maio de 2017

quando olho pra trás
o que vejo é rua vazia
você ali
do outro lado do vidro
e do outro lado
chuva
frio
você lendo alguma coisa do quintana
eu lendo você a distancia
as lentes do seu oculos refletem a tua ingenuidade
Ou seria eu
a ingenua?
o sabor dos teus lábios nada me dizem
pois nunca estiveram próximos aos meus

Teus olhos parecem rir de mim




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Confabulatório.